Crislaine Santos em História de uma cacheada!

     Olá meninas, vim falar um pouco sobre a história do meu cabelo.

Cabelo natural?! Meus cachos ?! Minha relação entre eles ?! Haha, costumo dizer que eu e ele é uma sintonia perfeita, radiante, inexplicável. Se já sofri alguma discriminação? Já sim, mas não pelas pessoas, e sim por mim mesma, não me aceitava, queria sempre ter aquele cabelo liso como o da Barbie, usei muitos produtos químicos e só parei de usar porque Deus anunciou que eu iria gerar um serzinho que ia depender de mim pro resto da vida (minha filha). O desespero foi grande, pois iria ter que assumir meus cachos, iria ter que assumir minha verdadeira identidade que pra mim era horrível. Não foi fácil assumir meus cachos , não foi fácil mesmo.
Hoje agradeço primeiramente a Deus e segundo a minha filha ,porque se não fosse eles estaria arrependida amargamente. Cuido mais do meu cabelo do quer de mim mesma kk , não me canso de ouvir: Menina para de lambido nesse cabelo. Pra sair de casa então? Tenho que arrumar eles uma, duas horas antes. porque nada melhor do que cachos seco e volumosos *-*
Para manter eles assim, lavo 3 vezes na semana e sempre a pois a lavagem vem a melhor parte: HIDRATAÇÃO *-* hidrato ele demaaaaaaais, e procura sempre usar produtos diferentes. E uma receita rápida que não abro mão de maneira alguma, é: Azeite de oliva e amido de milho, e uma mascara de hidratação da minha preferência.
E pra você que tem dúvida ou medo de assumir essa beleza radiante, deixa de besteira e assuma quem realmente você é . faça o que você quiser sem medo. E consiga se orgulhar de vc mesma. não importa se alguém odiou seu cabelo na fase de transição o que importa é você estar bem, abraçar seus cachos e amar ser natural. Ter um cabelo natural é muito mais do que tentar um novo look. É aceitar sua verdadeira identidade. 

Comentários