Beatriz Elizabethe em História de uma cacheada!

                         Olá meninas, vim falar um pouco sobre a história do meu cabelo.
Minha relação com meu cabelo é um pouco de amor e ódio kk's, as vezes ele é um amor, mas tem dias que ele está só a graça em milagre. Mas sempre tem um jeitinho para acalmá-los.
Eu nunca fui muito em me importar com o que as pessoas dizem, porque cada um de nós temos nossos gostos, se eu gosto fim de papo e opiniões... mas quando eu resolvi realmente assumir meus cachos meus amigos super me apoiaram e eu que era aquela que sempre ficava,(aaah mais não ta muito cheio, aaah mais não ta com friz, aaah mais num ta com isso ou aquilo, kkk) e eles sempre menina deixa de tuas coisas está lindo, vamos parando.. Hahaha!
Não foi fácil assumi-los. Vishee, eu odiava a ideia de e ter que secar e ficar cheio, eu gostava mesmo era daquela coisa lambida parecendo que o boi labeu, que hoje eu quero isso bem longe de mim rsrs, hoje em dia eu faço de tudo e mais um pouco para que ele seque logo e fique bem volumoso, não curto ele molhado pelo fato de não ter muito volume. Para que ele cresça eu simplesmente lavo, hidrato e amo muito, mimo bastante. <333


Nunca usei nem um tipo de produto químico. Mas também porque minha mãe nunca deixou, porque muito antes de aceitar meus cachos eu era louca para alisar e deixar aquela coisa bem escorrido, vivia pedindo para minha mãe pra dar escova e chapinha mas ela não dava, já quando eu ia pra casa da minha tia que era cabeleireira eu pedia e ela dava escova no meu cabelo, mas ele não ficava liso, assim que ela terminava de dar ele cacheava e ficava cheio e feio daí eu molhava e pronto... hoje em dia dou graças a Deus por minha mãe não ter deixado eu colocar nenhum produto químico em meu cabelo.
E para você que tem dúvidas de aceitar seu cabelo como ele é.
 É só esquecer das opiniões contrarias a sua, e botar em sua cabeça que você quer, e você consegui liberar seus cachos deixar seu cabelo crespo black mesmo e pronto.. Até porque o cabelo é seu e quem deve gostar é você.


Comentários